Discipulado de transparência

Estudo| 02/02/2014 | Apóstolo Cláudio
A nossa vida precisa ser escavada até as raízes mais profundas da nossa alma. Isso é transparência. Discipulado é ser escavado, é descobrir o que há na alma para que possa ser curado.
6 E passou a narrar esta parábola: Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha; e indo procurar fruto nela, e não o achou.
7 Disse então ao viticultor: Eis que há três anos venho procurar fruto nesta figueira, e não o acho; corta-a; para que ocupa ela ainda a terra inutilmente?
8 Respondeu-lhe ele: Senhor, deixa-a este ano ainda, até que eu cave em derredor, e lhe deite estrume;
9 e se no futuro der fruto, bem; mas, se não, cortá-la-ás.
(Lucas 13.6-9)

"O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia." (Provérbios 28.13)

Jesus nos mostra a situação de uma figueira infrutífera. Quando não damos frutos, estamos sendo inúteis. Devemos caminhar além do que nós somos, pois não nascemos para ser inúteis, mas para ser bênção no Reino de Deus. Mas a falta de transparência no discipulado faz com que fiquemos infrutíferos, visto que doenças na alma podem nos acometer e ficarmos sem cura enquanto os problemas ficarem encobertos.

Discipulado é escavar

"...até que eu escave ao redor dela..." (v. 8)

A nossa vida precisa ser escavada até as raízes mais profundas da nossa alma. Isso é transparência. Discipulado é ser escavado, é descobrir o que há na alma para que possa ser curado.

O discipulado de transparência revela a causa do problema

O homem só sabia que a figueira não dava fruto e desejava cortá-la, mas não sabia a causa dela não frutificar. Quando a figueira fosse escavada, a causa seria descoberta e haveria possibilidade de curá-la. A transparência, então, revela tanto o que a pessoa é quanto o que ela tem.

A transparência é o mais importante recurso de prevenção contra o pecado

A nossa geração é uma geração que confessa o pecado (aqueles que confessam), mas aquele que é transparente confessa a tentação, antes de cair em pecado.

Confessar é o caminho que envergonha o diabo e nos leva a cura

"Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados." (Tiago 5.16)

Seremos levados a novas conquistas através da nossa vida curada

Quando vivemos um discipulado transparente, as doenças são expostas e a cura se torna possível. Uma vida curada é uma vida de novas conquistas diárias. Um discípulo doente na alma e que encobre suas trasngressões não prosperará, mas aquele que expõe-se e permite ser curado alcançará vitórias.

Comente!